A + Pesquisar no site A -

Medicina Tradicional Chinesa, Acupunctura, Qi-Gong/Tai-Chi, Tui na (massagem terapêutica)

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC), originada há cerca de 2500 anos,  é atualmente considerado um sistema médico, com enquadramento legal nacional na área das terapêuticas não-convencionais.

Muitos dos sintomas que mais frequentemente motivam idas ao médico (Ex: fadiga, tonturas, dores, insónia, cefaleias, etc.), não apresentam causa orgânica mensurável ou identificável, constituindo um desafio na sua abordagem convencional.

 A abordagem racional e científica da MTC, após análise de sintomas e sinais clínicos, permite estabelecer um tipo de diagnóstico considerado “neurovegetativo”, baseado em padrões manifestações clíncias. Realizado o diagnóstico funcional, é planeada uma intervenção terapêutica com o objectivo de utilizar a capacidade natural do corpo para retornar ao seu equilíbrio saudável, e que pode incluir diversas modalidades terapêuticas: acupuntura, moxibustão, fitoterapia chinesa, Tai-Chi/Qi-Gong  (exercícios de biofeedfack neurovegativo), Tui na (terapia manual chinesa) , psicoterapia e cuidados dietéticos.

A investigação científica sugere que a neuroreflexoterapia associada a intervenção pela punctura de pontos da pele (acupontos) funciona ao nível da biologia de sistemas, sem interferência de concepções energéticas, estranhas ao pensamento dedutivo experimental e clínico. A translação de conceitos da MTC para um paradigma neurofisiológico, baseia-se na alteração de níveis de neurotransmissores   (endorfinas, encefalinas, endomorfinas) em zonas específicas do encéfalo,  o que por sua vez modula a actividade do sistema nervoso vegetativo, com influência nos restantes sistemas fisiológicos do corpo humano. Adicionalmente tem sido sugerido uma correlação significativa entre os pontos de acupuntura e os pontos gatilho miofasciais, dentro do conceito de síndrome álgico miofascial.

A metodologia de diagnóstico e tratamento da MTC na Miminho aos Avós-Gaia é baseada no modelo científico de Heidelberg, reconhecido pela Administração Estatal de Medicina Tradicional Chinesa da República Popular da China, como “o modelo futuro para integrar a Medicina Chinesa nos sistemas de cuidados de saúde ocidentais”.

A Equipa de Medicina Chinesa e Acupuntura é constituída pela Dra. Maria João Santos.

Um lar, um idoso, uma dependência, a familia.  Somos a Solução