A + Pesquisar no site A -

Investigador português descobre proteína que pode combater obesidade

Um investigador português da Universidade de Santiago de Compostela descobriu uma proteína que age sobre o cérebro e o tecido gordo do organismo, acelerando a queima de gorduras, o que poderá vir a ser utilizado para combater a obesidade.

O autor da investigação disse que a proteína BMP8B age sobre uma parte do cérebro - o hipotálamo - e sobre o tecido adiposo castanho, responsável pela utilização de gordura armazenada para produção de energia. O tecido adiposo castanho «não armazena gordura, utiliza os lípidos acumulados no tecido adiposo branco para produzir energia».

Uma das vantagens da proteína BMP8B é que o aumento de metabolismo que induz não leva ao aumento da vontade de comer para compensar a energia que é consumida, pelo que é promissor para eventuais tratamentos da obesidade. 

Imagens

Um lar, um idoso, uma dependência, a familia.  Somos a Solução