A + Pesquisar no site A -

Pesquisadores da Califórnia eliminam o vírus da Sida em ratos

Nos últimos 30 anos, pesquisadores de mundo todo têm procurado uma terapia efetiva contra o HIV. Apesar dos avanços significativos, principalmente no desenvolvimento de vacinas, ainda não surgiu um tratamento que consiga eliminar de vez o vírus do organismo. Um estudo da Universidade da Califórnia (Ucla), baseado em células-tronco, pode ser a chave para medicamentos mais efetivos contra a Sida. Em modelos animais, os cientistas conseguiram, pela primeira vez, eliminar por completo o HIV da corrente sanguínea.
Cautelosos, os pesquisadores evitam falar em cura, pois estão ainda numa fase inicial, e testes futuros podem mostrar que falharam, contudo os resultados obtidos podem ser o alicerce de uma nova abordagem para combater o HIV em pessoas infetadas, com a expectativa de erradicar o vírus do organismo.

Poucas pessoas conhecem o mecanismo que faz do HIV um vírus tão perigoso. Uma vez na corrente sanguínea, ele ataca os sistemas de defesa do organismo, que são acionados quando se deteta a invasão de um corpo estranho. Sem resposta imune, o portador do síndrome fica fragilizado e suscetível às chamadas doenças oportunistas

Imagens

Um lar, um idoso, uma dependência, a familia.  Somos a Solução