A + Pesquisar no site A -

Diabetes: Cuidadores informais recebem formação.

Diabetes: Cuidadores informais recebem formaUma das principais características dos cuidadores informais de pessoas com diabetes é a falta de informação e de formação sobre os cuidados a ter no adequado controlo e tratamento da Diabetes.
Para fazer face à escassa formação nesta área, a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) promove, a partir de fevereiro, sessões educativas dirigidas a cuidadores informais, isto é, familiares, amigos e outros grupos comunitários, como vizinhos e voluntários que acompanham e cuidam de pessoas com Diabetes tipo 2.

«No controlo de uma doença crónica, a família pode ter um papel preponderante, pois os problemas de saúde do individuo são, muitas vezes, assumidos pela família, e esta pode funcionar como uma aliada no plano terapêutico. Pode considerar-se a família como o mais importante apoio social existente, sobretudo se a ela juntarmos os amigos e outros grupos comunitários», explica Joana Oliveira, coordenadora deste projeto intitulado “Capacitação para a Gestão da Diabetes”.

Mais de um quarto da população portuguesa com mais de 60 anos tem Diabetes, o que corresponde a uma necessidade crescente de cuidados de saúde e de assistência que são prestados pelas redes sociais de apoio formal e informal. Com o declínio da capacidade das famílias em prestar cuidados, a ação comunitária e o voluntariado assumem uma importância cada vez maior na prestação de cuidados, sobretudo a grupos vulneráveis como os idosos.

Nestas sessões de caráter pedagógico e prático os cuidadores vão aprender a controlar e a vigiar a Diabetes, a cozinhar receitas saudáveis e a saber que alimentos privilegiar na confeção. Vão ainda adquirir conhecimentos para a prática de atividade física, assim como receber exemplos de planos de treino a realizar. A formação vai realizar-se na Escola da Diabetes, em Lisboa, com uma equipa constituída por uma enfermeira, uma dietista, um Chef de cozinha e um professor de atividade física.

As inscrições são gratuitas e limitadas. Para mais informações, os interessados devem contactar a APDP através do telefone 213 816 178 ou do email inscricoes@apdp.pt.

In: Diario Da Saúde

Um lar, um idoso, uma dependência, a familia.  Somos a Solução