A + Pesquisar no site A -

Cuidados básicos no "Pé Diabético"

Pé diabético A diabetes é uma doença crónica. Quando não controlada, pode dar origem a graves complicações, como por exemplo: insuficiência renal; retinopatia e até mesmo amputações. O denominado "pé diabético" requer cuidados redobrados em grande parte devido à perda de sensibilidade associada.

São por isso necessários cuidados permanentes, tais como:

- Observar os pés diariamente não esquecendo a sola dos pés utilizando para tal um espelho, se necessário, e recorrer de imediato a uma consulta médica quando se identifica qualquer alteração (ferida, corte, unhas encravadas, alteração da cor, etc);

- Ter muito cuidado com o calçado que se usa (que deve ter uma base larga, sem costuras interiores e deve ser bem ajustado ao pé);

- Antes de calçar os sapatos, deve passar-se a mão por dentro com o objetivo de detetar eventuais irregularidades, pois estas podem causar ferimentos nos pés;

- Ter atenção aos pés aquando da utilização de chinelos ou sandálias já que a exposição do pé é maior e os riscos associados aumentam;

- A higiene dos pés (lavagem diária) é fundamental, assim como a secagem suave com uma toalha macia, não esquecendo o cuidado entre os dedos;

- Após a lavagem deverá ser aplicada uma loção destinada a amaciar a pele para que esta se mantenha macia e hidratada de modo a evitar gretas ou outros ferimentos;

- As unhas não devem ser cortadas com tesoura, mas sim limadas a direito, de preferência com uma lima de cartão; se existirem calos, estes devem ser limados, estando totalmente contraindicado o uso de calicidas;

- Os pés não devem ser postos de molho em água quente, porque a pele fica mais frágil e predisposta a feridas;

- É também totalmente desaconselhado dormir com botijas de água quente.

Informação originalmente publicada na revista Farmácia Saúde, junho 2015.

Um lar, um idoso, uma dependência, a familia.  Somos a Solução