A + Pesquisar no site A -

Dia Mundial da Osteoporose

Existem, no nosso país, mais de meio milhão de pessoas, sobretudo mulheres, com osteoporose.

A osteoporose é uma doença na qual os ossos ficam mais frágeis e quebradiços, levando a um aumento do risco de fraturas. Indivíduos com osteoporose podem sofrer uma fratura até mesmo após uma pequena pancada ou queda da própria altura durante as atividades do dia a dia.

OsteoporoseA osteoporose não apresenta sinais nem sintomas até uma fratura acontecer. Por este motivo, ela é frequentemente chamada de “doença silenciosa”. As fraturas causadas pela osteoporose ocorrem mais comumente em locais como o pulso, o braço, a bacia, o anca e a coluna e podem resultar em dor forte, incapacidade significativa e até mesmo morte.

Mundialmente, estima-se que ocorre uma fratura osteoporótica a cada três segundos. Após os 50 anos de idade, uma em cada três mulheres e um em cada cinco homens sofrerá pelo menos uma fratura ao longo da vida. Para as mulheres, o risco de fratura da anca é maior do que o risco de câncer de mama, ovário e útero somados. A expectativa de vida da população tem aumentado em diversos países. A menos que sejam adotadas ações preventivas, o impacto financeiro e social das fraturas osteoporóticas também aumentará muito

Várias são as medidas e comportamentos preventivos aconselhados pelos médicos:

- manter níveis adequados de vitamina D (promove a absorção do cálcio no intestino, fazendo-o chegar aos ossos)

- praticar exercício físico moderado

- banir álcool e tabaco

- fazer uma alimentação rica em cálcio (com diversificados produtos lácteos e outros alimentos ricos em cálcio como espinafres, brócolos e couve galega).

Um lar, um idoso, uma dependência, a familia.  Somos a Solução