A + Pesquisar no site A -

Médico português cria ´app´ para diagnosticar doenças sexuais masculinas

APPNuno Tomada, responsável da Unidade de Medicina Sexual do Serviço de Urologia do Hospital de São João, desenvolveu a aplicação em parceria com um colega espanhol da mesma especialidade. A ferramenta informática começou a ser trabalhada há mais de um ano.

De acordo com este professor de Urologia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, a Men’s Sexual Medicine “está desenvolvida para homens que tenham algumas queixas iniciais, nomeadamente disfunção eréctil, ejaculação prematura ou uma diminuição do desejo”.

Assim, mediante as queixas apresentadas, a ferramenta “é capaz de indicar quais seriam os passos seguintes a tomar”, para além de fornecer um conjunto de informação aos doentes e à população em geral.

Após curtos questionários, a app permite oferecer um diagnóstico e alguns conselhos sobre quais são as terapêuticas que estão disponíveis, realçando sempre a importância do acompanhamento médico”.

O objetivo é facilitar o acesso dos doentes a informação sobre questões como disfunção eréctil ou ejaculação prematura.

A aplicação permite ainda ajudar os doentes a perceber “que existem diferentes níveis de severidade da mesma disfunção”.

Os questionários oferecem mesmo a possibilidade de os utilizadores classificarem “o nível da sua disfunção, bem como fornecer os dados clínicos sobre eventuais doenças que tenham, medicação que façam e capacidade física”.

A aplicação oferece também um plano personalizado de exercício físico e de alimentação. No entanto, os médicos de família ou especialistas deverão disponibilizar um código necessário para o efeito.

A Men’s Sexual Medicine já está disponível na App Store do iTunes e na Google Play Store.

Imagens

Um lar, um idoso, uma dependência, a familia.  Somos a Solução