A + Pesquisar no site A -

Possível regeneração dos músculos do coração

 músculos do coraçãoNum ensaio inovador, os cientistas usaram uma hormona para estimular o coração de um rato. As células musculares voltaram a crescer, o que não acontece quando se tratam de células do coração. Esta regeneração muscular abre novas hipóteses de tratamento de problemas cardíacos, salienta Richard Harvey.

Há notícias que fazem o coração bater de contentamento, como esta que nos chega da Austrália.

Uma equipa de cientistas conseguiu estimular, através de uma hormona, o crescimento das células musculares do coração de um rato. O facto é importante porque, “ao contrário das do sangue, cabelo ou da pele”, as células do coração não se regeneram quando são danificadas.

“O que a equipa de investigação conseguiu fazer foi aumentar o número de células musculares cardíacas em até 45 por cento depois de um ataque do coração”, resumiu Richard Harvey, da Universidade de Nova Gales do Sul e do Instituto de Investigação Cardíaca Victor Chang de Austrália, citado no comunicado emitido pela universidade.

Foi o mesmo investigador que adiantou que as células musculares do coração não se regeneram, “ao contrário das do sangue, cabelo ou da pele”, o que aumenta a importância desta descoberta para o desenvolvimento de novos tratamentos contra ataques cardíacos.

“A divisão celular no coração praticamente estagna pouco depois do nascimento, o que significa que não pode regenerar-se completamente se se danificar ao longo da vida”, complementou Richard Harvey.

Outros estudos já tinham demonstrado que a capacidade de regeneração destas células é mínima, mas os investigadores apostaram num estímulo hormonal.

O ensaio baseou-se no sistema de sinalizações do coração, estimulado pela hormona neuroregulina, ainda segundo o comunicado da universidade.

“Esta conquista fará com que a atenção se dirija para o campo da restauração das células dos músculos do coração como uma opção terapêutica para as doenças cardiovasculares isquémicas”, salientou ainda Richard Harvey.

IN ptjornal.com

Um lar, um idoso, uma dependência, a familia.  Somos a Solução